Pacientes da ala covid do Hospital Municipal passam a receber visitas

0 0

Os pacientes e famílias da ala covid do Hospital Municipal José de Carvalho Florence, que é mantido pela Prefeitura de São José dos Campos e gerenciado pela SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina), ganharam um conforto a mais nesta semana. Com base numa diretriz do Ministério da Saúde, a unidade passou a permitir visitas presenciais com o intuito de humanizar o tempo de recuperação dos pacientes, além de melhorar a comunicação entre os profissionais da ala e os familiares.

“Tem o medo e a dificuldade que o paciente sente por estar internado. A covid tem o aspecto do distanciamento social. Isto influência no estado psicológico do paciente. Eles têm uma sensação de encarceramento”, disse o psicólogo Leonardo Theodoro.

“Garantir o vínculo familiar faz com que eles resgatem a memória de que não são apenas pacientes mas, sim, que são filhos, esposas e amigos”, completou.

Visitas e orações auxiliam na reabilitação dos pacientes

Encontros

Em uma ala cheia de histórias e emoções, as visitas presenciais promovem encontros calorosos com pessoas queridas. Maria Elizete Marques dos Santos Campelo aguardava ansiosa a visita da filha para receber alta.

A paciente estava passando alguns dias na casa dos filhos em São José quando testou positivo e precisou ser internada. Com o coração que não se aguentava de felicidade a paulistana, que chegou muito perto de ser intubada, comemorou junto aos profissionais da enfermaria sua vitória contra a covid.

“Passei por momentos muito difíceis, mas hoje estou aqui para dizer que eu venci. Todos da equipe de profissionais foram meus anjos da guarda enviados por Deus. Por mais difíceis que foram os momentos que passei, quando eu pensava na minha família eu continuava lutando”, afirmou Maria Elizete.

A ex-paciente já se diz joseense de coração e pretende se mudar para a cidade que cuidou dela durante a guerra contra a doença.

Tranquilidade

As visitas também levam tranquilidade para os familiares, que agora podem ver de perto como os pacientes estão sendo cuidados e recebem o boletim de forma presencial, o que auxilia no entendimento do caso.

“Meu marido ficou tão feliz de me ver. Isto dá ânimo para o tratamento. Para mim, foi importante a visita. Achei que ele iria estar abatido, mas está super bem”, disse, emocionada, Maria de Lourdes Costa da Silva.

“Tudo que traz ganho para o paciente, traz ganho para a gente (profissionais). Quando o paciente recebe palavras de incentivo vindas de um familiar, dá uma força para que ele tenha vontade de continuar lutando contra a covid. A disposição vai refletir no tratamento”, afirmou a supervisora de enfermagem da ala covid, Mônica Cristina Fernandes Nogueira.

Protocolos

São feitas visitas assistidas de 30 minutos por dia com a presença de apenas um representante da família. É orientado que os visitantes estejam vacinados e não entrem na ala com celular ou outros pertences por se tratar de um ambiente hospitalar e monitorado.

Antes de começar a visita, é feita a paramentação com máscara N95 e avental fornecidos pelo Hospital Municipal. Dentro das alas de enfermaria e UTI, assim como por todo o hospital, são fornecidos displays de álcool em gel.

Após a visita, o parente deve passar por desparamentação, fazendo uso de álcool em gel nas mãos e antebraço, higienização dos calçados, retirada do avental e troca de máscara.

Em caso de pacientes que os familiares não possam fazer a visita, o boletim médico continua sendo passado por vídeo chamada ou ligação telefônica.

Foto: Adenir Britto/PMSJC

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
0Shares
Previous post Joseenses conquistam vagas no Brasileiro de bocha paralímpica
Next post Guarda Civil prende suspeitos de incendiarem carros da prefeitura

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *